Adoro mudanças em casa, mesmo que sejam mínimas, encaro-as sempre como uma lufada de ar fresco. É como quando temos uma peça nova de roupa, faz-nos bem ao ego.

Depois de passar o fim da gravidez em casa enfiada na sala a despachar séries para o miúdo não nascer prematuro e depois toda a licença de maternidade, confesso que já estava enjoada da decoração da minha sala. Não tudo, continuo a adorar o meu sofá e o tapete da sala de estar, mas tudo o resto se pudesse mudava de imediato! Ainda está por cumprir o meu sonho de ter um sofá e um tapete branco, adoro branco!

Sem grande orçamento para mudanças, até porque agora sou mãe de dois e com isso duplicaram-se as despesas de saúde e educação, vou fazendo pequenos ajustes aqui e ali sempre que tenho vontade de mudar.

Uma das principais mudanças do mês passado foi a pintura da parede do recuperador de calor, era cinza clarinho e decidi apostar numa mudança radical para um tom bem escuro. Parece um preto ardósia, mas na realidade é um cinza zinco mate da Dyrup que adorei na loja e ficou exactamente como pretendia. Estou a adorar ver a sala assim e a zona do recuperador ficou mais imponente e com destaque por 10€.

Antes & depois:



Outra coisa que gosto de andar sempre a alterar são os quadros, ora tenho statements inspiradores, ora tenho paisagens, animais, pinturas abstratas, depois de termos as molduras certas há um sem fim de possibilidades. Tive oportunidade de voltar a colaborar com a Desenio e fiz umas substituições para dar um novo ambiente. Há posters a partir de 3.95€ e muita variedade, até para o quarto dos miúdos, como já tinha mostrado aqui. No site também encontram muitas inspirações ou até mesmo no instagram da marca, que sou fã.

Queria algo cozy para dar um mood de conforto à sala, que é a divisão mais utilizada da casa, até para os miúdos brincarem, pois, o Duarte está na fase dos medos e nunca quer estar sozinho no quarto, e estas foram as minhas duas escolhas (White plant poster e Keep Life simple), que podem ver o link direto aqui e aqui.




Mudar pequenas coisas em casa é facil. O único desafio mesmo é manter tudo direito com o pequeno habitante da casa que já adora estar em pé no móvel a dançar e a deitar os comandos da TV ao chão. 



O ano passado alterei a parede da nossa sala de estar e ficou assim.



Que tal umas mudanças nas paredes ai de casa?

Para vos ajudar, tenho uma oferta especial de 40% de desconto. Em parceria com a Desenio, podem ter acesso exclusivo e antecipado à Black Weekend.  Entre os dias 20 e 22 de novembro, se userem o código VIP "raquel40" têm 40% de desconto nas vossas encomendas (exepto Handpicked posters ou molduras). 

Boas compras!




Porque estamos em novembro e muitas de vós já andam a pensar nas prendas de Natal, hoje venho falar de um livro giro que o Duarte recebeu e que dá um presente original daqueles que perduram no tempo - o Peewee Book!

O Peewee book nasceu de uma startup e por isso é daqueles projetos que dá gosto especial conhecer e partilhar! É um livrinho infantil totalmente personalizado que podemos construir e encomendar online. Cada estória é única porque somos nós que completamos a narrativa de cada livro a gosto e ao gosto de cada criança. Tudo é personalizável, desde a capa às ilustrações!



O do Duarte fui eu que fiz e decidi chamar-lhe "Quando eu tinha 5 anos" porque é uma forma sempre gira dele poder voltar atrás no tempo e recordar os gostos que tinha aos 5 anos e sobretudo porque foi a idade em que ganhou um irmão! Na parte da dedicatória até coloquei "com amor do mano Xavier". É giro para agora e giro para reler aos 20, 30, 40 anos...quiçá mostrar aos filhos mais tarde. Os livros são eternos e achei este projeto muito giro por isso. 






Para fazerem o vosso basta ir ao site e começar o vosso projeto, é muito simples e intuitivo. Depois de escolhida a capa, o titulo e as ilustrações, é tempo de rever os textos, folha a folha e construir a vossa estória à medida. Coloquei o nome do irmão, dos melhores amigos, as atividades que mais gosta de fazer, comida preferida, etc. Adorei esta possibilidade de revisão do texto pois quanto mais próxima da realidade mais gira se torna esta história sobre ele. Agora ficou no ar a vontade de fazer um livrinho por ano estilo coleção.




Em poucos dias chegou por correio e o Duarte ficou tão feliz com o livro que até pediu para levar para a escola para mostrar à professora. 
 
Fica a dica pois é um presente muito giro, pedagógico e fora do vulgar que podem dar nos anos, no Natal, no final do ano letivo, etc. 
Nem preciso de vos dizer que é importante incentivar as crianças a ler certo? A biblioteca que os rapazes têm no quarto fala por si! Somos fãs de livros!

Já queria ter vindo aqui falar sobre este espaço novo que ficámos a conhecer nas nossas férias no final de setembro, mas a verdade é que logo no dia seguinte à nossa chegada o Xavier iniciou o colégio e desde aí que andamos a adoecer à vez cá em casa nos últimos 2 meses sem falhar uma semana - o típico cenário de quando se inicia o infectário (e eu sou aquela mãe esponja que apanha tudo). Espero dias melhores como os que tivemos a sul! Mas porque não é só no verão que se fazem escapadinhas e ainda tenho fé no verão de São Martinho, aqui vai a minha opinião sobre este hotel.


Falo-vos do Vale da Riberira Residences by MacDonald Hotels & Resorts, um empreendimento recente (abriu este verão) onde encontrei as moradias mais bem equipadas de sempre para receber bebés (e famílias) e um sossego incrível, apesar da localização em pleno Algarve (Portimão).

O Vale da Riberira Residences by MacDonald Hotels & Resorts fica mais concretamente na Mexilhoeira Grande (entre a serra de Monchique e a praia) e é composto por 42 villas que funcionam em regime de self-catering ( o que para viajar com um bebé em fase de iniciação de diversificação alimentar era pré-requisito para estas férias pois já sabia que ia precisar de fazer sopas e puré de fruta). Até varinha mágica encontrei nas gavetas.  

A decoração das vilas é moderna e minimalista, com o essencial para nos sentirmos verdadeiramente em "casa". O Duarte mal chegámos soltou um "quero ficar aqui para sempre!". As vilas têm cozinhas super completas, áreas de estar espaçosas e espaços privados ao ar livre com mobiliário de exterior para desfrutar o por do sol, os quartos estão equipados com ar condicionado e há acesso a Wi-Fi gratuito. A pedido (além do berço), fornecem cadeirinha da papa, banheira para o bebé e ainda é possível ter um carrinho de passeio por uma tarifa extra, coisas que facilitam a vida aos pais e evitam termos que andar com a casa às costas. Outro plus: lugar de estacionamento à porta, facilita bastante para carregar/descarregar malas e tralhas de 2 miúdos. 





Ficámos numa V2 com duas suites, mas acabamos por dormir todos no mesmo quarto com o Duarte enfiado na nossa cama e o Xavier no berço (um clássico). Adorámos a tranquilidade e envolvência do local. A cozinha está muito bem equipada, e a ideia inicial era ir explorar restaurantes na zona em todas as refeições, mas acabámos por fazer os almoços em casa para aproveitar melhor o tempo entre as sestas do Xavier. 









O que o Duarte mais gostou foi a piscina infinita e parque infantil. Também existe uma piscina de crianças, mas o meu pequeno nadador já gosta de muito espaço para mergulhar. O Xavier, por sua vez, fez o batismo de "mergulho" por lá e pelas fotos conseguem perceber que gostou bastante. 







Recomendo para famílias e na minha opinião a localização une o melhor dos dois mundos: o campo, na varanda sentia-se o aroma a estevas, e o mar, a uma distancia de 15 minutos de carro chegamos às Meia Praia (em Lagos). 

Na piscina existe um bar de apoio onde servem refeições ligeiras, como tostas e pizzas. 
Se quiserem ir passar uns dias a Sul, porque o inverno não tem que ser cinzento e sem programas familiares, não deixem de espreitar este sítio.

Beijos