BabyTime

E finalmente aconteceu!

Ontem até verti uma lágrima quando recebi a foto a escola e fiquei assim um bocadinho triste por não estar ao pé dele. Coisas de mãe. 

Partilhei a foto com o pai que também ficou comovido e lamechas. É só um dente, mas é um marco na infância dele.

O miúdo andava há meses a fio a desejar este momento. Os amigos já perderam os primeiros dentes há meses e ele que com 12 meses ainda não tinha dentes tinha este tão desejado marco em "atraso". 

Mas isto de cair o primeiro dente tem muito que se lhe diga… na noite anterior já abanava tanto que ele começou a ficar muito ansioso. Quase nem comeu com medo de se aleijar e quase nem queria adormecer com medo de o engolir durante o sono e não vir a fada dos dentes. E o medo da dor? Estava tão inseguro no meio da sua vontade. Perdido entre o querer e o não querer.

O pai inventou à pressão uma história de que os dentes são como os frutos, só caiem quando já estão muito maduros e não aleijam o tronco da árvore para poder dar lugar a outro fruto novo. Acalmou-se.

E assim foi. De manhã quando saiu do banho disse-me "mãe, acho que vai cair hoje na escola, não achas?"

- Acho filho, e vais ficar crescido como os teus amigos!

[ e assim foi ]

Mal cheguei a casa corri para lhe apertar as bochechas e ver o novo sorriso, que para mim, é sempre o mais bonito dos meus dias!


[a quem ajudou na procura pela caixinha para guardar os dentes de leite, encontrei aqui, aqui e aqui ]







Estivemos em modo escapadinha no ZMAR nos últimos dias por ocasião do Dia da Mãe e foi muito especial. Em primeiro lugar porque voltámos a um sitio que adoramos. O blog ainda era uma nesga neste mundo digital, o Instagram dava os primeiros passos e nós já lá andávamos a criar memórias. Temos vídeos do Duarte com a mesma idade do Xavier na piscina, no parque infantil, à porta do bungalow, a ver os animais… levar lá os dois é fortalecer raízes num lugar feliz. 









A mim fez-me maravilhas porque andei sem horários [e confesso que os miúdos também], respirei ar puro, voltei a fazer Yoga, andei de bicicleta, dei o primeiro mergulho do ano, vi o pôr do sol todos os dias [porque as coisas mais simples da vida também são bonitas], petisquei, aprendi novas receitas com o Chef Chakall, andei de baloiço com os meus filhos, revigorei-me e convivi com outras pessoas [algumas trago no coração].










 Esqueçam aquilo que dizem sobre não repetir sítios felizes porque não será igual e bla bla bla. É tanga. Sou a favor de voltar SEMPRE aos sítios que nos fazem bem e somos repetentes do ZMAR já há muito tempo. Além disso a programação temática para o Dia da Mãe é todos os anos muito interessante.


Além disso fica no litoral alentejano que para mim é a melhor localização de Portugal e com as praias mais bonitas, como a de Odeceixe ou a do Carvalhal logo ali a poucos quilómetros. Acabámos por só sair de lá uma tarde para ir a Odeceixe porque os miúdos são loucos pela piscina interior aquecida [e com ondas de hora a hora]. O Xavier incluído, estava curiosa para ver qual seria a reação dele à água e confirmei as expectativas, adora e é aquilo a que se chama de um pato autêntico.


[pôr do sol no Kiosk Agapito em Odeceixe]




O ZMAR vale a pena? 


Foi a pergunta que mais vezes me fizeram no fim de semana.

Para mim, como mãe, a grande vantagem do ZMAR são as infraestruturas, pensadas para famílias, que não só nos facilitam a logística das férias como nos permitem dar alguma liberdade aos miúdos, pois existem muitas zonas de lazer. Apesar de estarmos dentro de um Eco resort e “confinados” a um espaço, não existe monotonia no ZMAR. Os dias fluem e há sempre algo giro para fazer: piscina exterior, piscina coberta aquecida com ondas, aluguer de bicicletas ou triciclos, animação sazonal, quintinha pedagógica (há 15 dias nasceram cabrinhas bebés), ateliers para os mais novos no ZKids, parque infantil (tão diferente dos habituais e com consciência eco). Aliás, todo o resort dá bons exemplos de sustentabilidade. Os meus meses preferidos para lá ir são maio, junho-julho e setembro. Também já fui la no S. Martinho e gostei muito.












É fácil fazer férias com bebés no ZMAR? 


É do mais prático. Conseguimos andar com o carrinho em todo o lado, não há escadas chatas. O restaurante tem cadeirinhas para os bebés, os WC´s têm fraldário, os bungalows têm cozinha equipada (só não tem forno), por isso, quem viaja com bebés pode preparar as suas refeições, e para além das duas piscinas, existe uma piscina infantil exterior com pouca profundidade para os bebés se refrescarem. É um sitio pensado para todos usufruírem.
É como disse, já fizemos muitas férias e muitas escapadinhas ao Zmar e a sensação no regressso é sempre a mesma… é para voltar (e acho que isto resume tudo).










Como fizemos com as refeições? 

O mais prático possível. Quando se está de férias a palavra de ordem é descomplicar. Para o Xavier levei boiões de refeições e fruta de uma marca totalmente bio e sem corantes, que acabei de conhecer, a Smileat, e correu lindamente. Recomendo experimentarem se estão a planear férias com bebés.




Para nós, pequeno-almoço reforçado e refeições simples à base de saladas e sopas. O restaurante do ZMAR também é muito bom e tem muita variedade, desta vez não experimentámos mas já conhecemos bem. 

Se quiserem sair para petiscar, recomendo o Kiosk Agapito mesmo na praia de Odeceixe. Aproveitem para petiscar ao por do sol. Tem uma envolvência única. 



Não podia ter tido um Dia da Mãe mais feliz!




[ eu no Zmar com o Duarte com 2 anos, antes dos 30! e ainda sem existir o Xavier ]


Outras dicas:


- Para famílias optem pelos alojamentos T2 pois são mais espaçosos.

- Levem boia ou braçadeiras para os miúdos porque eles não vão querer sair das várias piscinas.

- Aproveitem os balneários da piscina de ondas para lhes dar logo duche no final do dia com água quente (menos uma tarefa no Bungallow antes de jantar).

- o Zmar está equipado com camas para bebés, basta pedirem na reserva.


Outros posts sobre o ZMAR que podem querer ler:

Veraneando por ai

Zmar: o destino amigo dos bebés e crianças

Sítios que nos aquecem o coração

Beijos


Achei que este ano não ia conseguir deixar aqui sugestões para o DIA DA MÃE, mas a minha consciência não ficava descansada sem responder aos vossos pedidos, por isso, aqui vão algumas ideias abaixo desde os 5€ aos 99€, para todas as carteiras. 






Cortefiel | Zara | Asos | Rockport | Uterque | ONE Watches | Philips | The.colvinco.com/pt | Primark | Jaybee | Wise Jewells

As férias da Páscoa arrancam em 3,2,1 e há tempos livres para ocupar durante os próximos 15 dias. 
Em casa, na rua ou até em viagem, com low budget ou com mais budget há muitos programas para animar a páscoa e torná-la ainda mais doce. Deixo alguma sugestões abaixo.


BRINCAR

Brinquedos sensoriais DIY para fazer em casa para quem tem bebés dos 12 aos 24 meses inspirados na temática.





Uma tarde em família para construir as novidades LEGO, com uma caça às peças pelo meio. E que tal juntar uns ovinhos de chocolate às peças escondidas? 






PASSEAR 

QUINTA DA AVELEDA


A Quinta da Aveleda apresenta um programa familiar para a Páscoa. No sábado, dia 20 de abril, a quinta abre as portas para uma Páscoa em Família que inclui uma visita guiada pelos jardins históricos, uma caça aos ovos para os mais novos e como não podia deixar de ser, um momento de degustação. 
Para além da prova de vinho e queijo Quinta da Aveleda, os visitantes terão a oportunidade de assistir à confeção do pão de ló, cozido a lenha no forno de pedra, a partir da tradicional receita da Padaria Aliança, de Penafiel. Também as crianças terão acesso a uma prova de sumos de fruta, ideal para refrescar depois de tanta diversão. 
Duração: 1h45
Horários: 10h00 e 15h00 
Preço por pessoa: 10€ (adulto), 7,50€ (9 aos 18 anos), 5€ (3 aos 8 anos)
Local: Rua da Aveleda, 2 | 4560-570 Penafiel



BRUNCH COM O COELHO DA PÁSCOA NO HARD ROCK




Um brunch divertido com o Coelho da Páscoa, música e sabores à mistura!

Programação:
9h30 – 10h15 – Pequeno-almoço buffet
10h15 – Chegada do Coelho da Páscoa
10h20 – 11h15 – Caça aos ovos, atividades infantis e fotos de família com o Coelho
11h30 – Fim do evento

Crianças até aos 2 anos não pagam, mas a presença deverá ser informada por email (lisbon.salesandmarketing@hardrock.com) para que a mesa reservada possa ser de acordo com o número total de pessoas.

Bilhetes aqui.


ESCAPADINHA AO ZMAR

Já fizemos muitas por lá e nunca nos cansamos porque se há sítio que reúne natureza, descanso e diversão para pequenos e graúdos é lá. Há preços especiais para a Páscoa a partir de 68€/noite. Mais aqui.





EXPLORAR



DINO´S ALIVE NO FORUM MONTIJO

E que tal recuar 65 milhões de anos no tempo e ao invés de ovos de chocolate ir à caça de ovos de Dinossauros? 
Entre 6 e 21 de abril, o Forum Montijo recebe a  exposição Dino’s Live. Há Dinossauros gigantes animatrônicos, workshops, réplicas, escavações e ovos gigantes de T-Rex para tirar fotografias.  
Horários: 2ª a domingo das 10h às 22h 
Preço: gratuito 
Local: Praça do Lago, Forum Montijo 

MATT - EXPOSIÇÃO HELLO, ROBOT!



Esta exposição examina a atual explosão no mundo da robótica. Inclui mais de 200 peças das áreas de design e arte, e contém robôs utilizados em casa, nos cuidados assistidos e na indústria, bem como em jogos de computador, instalações de media, e exemplos cinematográficos e literários.
Preço Normal: 5,00€
Grupo (+ de 10 Pessoas): 2,50€/pessoa
0 - 18 Anos: Gratuito


CINEMA 

DUMBO

O elefante mais doce do cinema está de volta desde dia 28 de março e já ouvi dizer que está muito giro. É um daqueles clássicos a não perder. 


PARQUE DAS MARAVILHAS

Estreia já dia 11 de abril e conta a história de um magnífico parque de diversões onde a imaginação de June, uma menina muito criativa, ganha vida.
A versão portuguesa é “animada” pelas vozes de Filomena Cautela, Vasco Palmeirim, Nuno Markl, Jorge Corrula, João Baião e António Machado.




MR. LINK

Estreia a 18 de abril, mesmo a tempo do fim de semana da páscoa para trocar os ovinhos de chocolate pelas pipocas durante umas horas. 
Mr. Link é um ser único de dois metros e quarenta, 290 quilos e muito pelo. Mas não se deixem enganar pelas aparências. Ele é divertido, simpático e adoravelmente literal, o que faz dele a lenda mais cativante do mundo. Farto de levar uma vida solitária, no Noroeste do Pacífico, Mr. Link recruta o audaz explorador Sir Lionel Frost para o guiar numa viagem em busca dos seus primos, há muito perdidos, no mítico vale de Shangri-La. Juntamente com a aventureira Adelina Fortnight, o destemido trio de exploradores enfrenta perigos incontáveis, enquanto viaja até aos confins do mundo para ajudar o seu novo amigo.
A versão portuguesa conta com as vozes de César Mourão, Raquel Tavares, Fernando Luís e Madalena Abecasis. 


Boas férias!