10690105_1200846946608969_289718584691805861_n


Entrelaçar,
Dedos,
Braços,
Pernas,
Saudades,
Sentimentos,
Hoje vou estraga-lo com mimos e roubar os melhores beijinhos do (meu) mundo!


Já só penso nisto,


Até já, meu aprendiz ♥


ASSINATURA


Facebook | Instagram | Pinterest

É isto que me move, o calor da vida! Obrigado a todos os que hoje me fizeram chegar tantas palavras de incentivo e carinho por este projeto. Confesso que não esperava tanto feedback. Thank u all!


NotasASSINATURA

Facebook | Instagram | Pinterest

0

#Style: Shopping list

26 agosto 2015

litle style


Looks outono


Eu, vaidosa me confesso. Sei que o consumismo é pecado, mas sofro de bom gosto e não há volta a dar. A culpa não é minha, é das marcas que cada vez fazem roupa mais gira para menino, suas malandras, conseguem-me sempre sacar a guita!


Nos primeiros meses de vida do Duarte fui uma mãe muito prática, bodies, babygrows, roupa fofinha, pouca mas básica, o problema começou a partir dos 6 meses, então não é que o puto já ficava giro de jeans? Com um boné e uns ténis então ohhh. Desde ai que isto foi sempre a descambar, especialmente no que toca a calçado, sou assumidamente uma shoeaholic. Se as meninas têm que ter o collant e a fita para o cabelo a condizer com a roupa, os meninos também têm direito a ter alguma variedade, right? Aposto que as mães de meninos estão comigo!


Gosto de putos com estilo. O Duarte anda ali entre o surfer e o skatter, muito devido às características físicas: cabelo claro, caracóis largos, pele bronzeada, é sem dúvida o que lhe assenta melhor. Como não podia deixar de ser, já ando de olho nas coleções de outono e a preparar o regresso à creche, podia dizer colégio que assentava melhor e na realidade é, mas desculpem não ser assim. As minhas lojas preferidas (e de acordo com a minha carteira) são Zara Kids, Zippy, H&M, Next Direct Uk (tem free delivery para PT) e para calçado Geox, Chicco, Sports Direct Uk, Pisamonas e a Okaaspain.


Já temos algumas peças dos looks acima e a ideia é ir adquirindo mais algumas ao longo da estação, apesar desta minha loucura, não corro a comprar tudo, a não ser que num dia de sorte ganhe o Euromilhões (e era preciso que jogasse).


ASSINATURA


Facebook | Instagram | Pinterest

Babytime Flamingo BabyTime 3 BabyTime (1)

Tive o privilégio de amamentar o Duarte durante 6 meses, foi uma decisão minha, quis passar pela experiência, sentir a ligação mãe e filho e claro, contribuir para o bem-estar dele. Senti algumas dificuldades 1) só pegava no mamilo de silicone e 2) algumas "ameaças" de mastite que me provocaram dores muito muito chatas (malvadas!), ainda assim, fui bem sucedida na minha meta para os primeiros tempos (yey!).

A pensar nas mamãs que, com eu, optam pela amamentação natural e que se deparam com alguns obstáculos: 1) escolha diária da roupa adequada para facilitar a amamentação em público (estamos no pós-parto, algumas de nós nos baby blues, queremos é sair à rua práticas e bonitas, já bastam os kg a mais para perder); 2) lidar com o desconforto da exposição do corpo em alguns locais, criei a Babytime em conjunto com um backup de costureiras fantásticas.

Eu sei que sou (muito) suspeita, mas as nossas Capas de Amamentação são uma peça confortável quer para a mãe quer para o bebé. O feedback das nossas clientes tem sido muito bom e são cada vez mais as mamãs, avós, madrinhas e amigas que nos fazem chegar encomendas. São totalmente handmade, fabricadas em algodão e possuem uma gola rígida que permite o contacto visual entre a mãe e o bebé, além de servir também como fator de ventilação. E na hora da sesta, podem ser utilizadas para cobrir o Babycoque. Convencidas?

E como a amamentação é um assunto "guerrilha" entre mães que amamentam e mães que não amamentam, aproveito já para esclarecer que não pensem que por ter criado as Capas de Amamentação e ter amamentado sou uma fundamentalista do leite materno, que aponto o dedo às que não conseguem amamentar ou que acho mal as recém-mamãs andarem a expor o corpinho e por isso devem tapa-lo, pelo contrário, sou apologista de que todas temos é que nos sentir bem, sobretudo numa fase tão sensível como o pós-parto. Com ou sem capa :)

Se quiserem saber mais sobre a Babytime vejam aqui o trabalho que Público fez sobre nós.

download
Todos os anos, desde que a paternidade nos bateu à porta, a história repete-se. Agosto é sinónimo de creche fechada e temos que arranjar soluções de babysitting para o Duarte. Como somos uns sortudos e temos a família por perto, dividimos a “coisa” pelos avós maternos e paternos. E, como é um puto cheio de sorte, passa os 15 dias na praia,
enquanto os pais se roem de inveja.

Este ano, consegui tirar uns dias para o ajudar na adaptação, quanto mais crescido mais agarrado aos pais, já tem noção da separação, já diz que “quer voltar para casa”, já chora pela mãe, pergunta pelo pai e vice-versa. Para mim foi juntar o útil ao agradável, tirar uns dias de descanso, desfragmentar o “disco”, aproveitar a ajuda dos avós, comer a comidinha da mamã e os petiscos do papá. Assim, o primeiro destino foi Peniche, praia do Baleal, onde passo férias desde os 6 anos.

Com as Berlengas bem à vista, o Baleal é uma pequena ilha situada a norte de Peniche, separada do continente por um tômbolo que dá acesso a duas praias de areia muito fina (Baleal sul e Baleal Norte, conhecida por Lagido). O extenso areal desta praia divide-se com famílias, grupos de amigos, surfistas nacionais e estrangeiros, bodyboarders, praticantes de mergulho e escolas de surf. Para mim, o Baleal é único, respira-se boa onda e tem o por do sol mais bonito de Portugal.

Os 2,5 anos do Duarte já permitiram que estas férias tivessem um sabor diferente, está mais autónomo, mais menino e menos bebé, já gosta mais de água e tem energia para dar e vender. Como bom rapaz que é, dividiu o tempo entre as poças na areia e a bola de futebol (a sério que não sei como aguenta correr tantas horas!). E, após uns dias no paraíso dos surfistas, pediu-me uma prancha! Mãe babada que sou, cedi ao pedido, comprei-lhe uma mini prancha de body board no super local e foi a maior das surpresas, o puto ficou feliz que só visto e a prancha, a mãe e os avós não tiveram mais descanso!

Esta semana, estamos sem ele, é a semana dos avós paternos. Entre umas lágrimas de despedida ontem à noite e hoje ao acordar, sei que ele está bem entregue e que foi feliz. Agora, só quero que esta semana passe muito rápido! Enquanto conto os dias, vou aproveitar para ler os dois livros que trouxe das férias, “Más maneiras de sermos bons pais”, do Eduardo Sá e “100 maneiras de fazê-los obedecer”, da Anne Bacus. As birras já chegaram, a paciência nem sempre chega e preciso mesmo de umas dicas para esta fase dos terrible two.

000285647885 baleal03 Ilha_das_Pombas_vista_da_ilha_do_BalealIMG_20150823_163948IMG_20150819_200049
IMG_20150820_140447


Mom look: Longdress - Zara, Shoes - Havaianas

Baby look: Casaco - Mayoral, Calções - Zippy, Shoes - Ipanema

20150817_120825


Calções de banho - Zara KidsIMG_20150819_153003 
IMG_20150821_065945
Colar:  Feira Internacional Artesanato - Peniche 2015

IMG_20150818_231723
Toalha de praia - Zippy

SAM_637720150822_123913IMG_20150817_193217 Screenshot_2015-08-24-13-51-22
Calções de banho Zippy, Colar NecKids&Mums

20150821_184124
Mochila de praia - Imaginarium



0

#Sobre a gula

21 agosto 2015

image

Socorro!Depois destas férias, tenho que fechar a boca e fazer um detox de doces, gelados, petiscos e afins! Será que sobrevivo a 21 dias sem pecados alimentares?

ASSINATURA

Facebook | Instagram | Pinterest


paper bag

Quem tem filhos pequenos sabe que em 5 minutos a sala ou quarto passam de arrumadinhos e limpos ao estado de sítio, basta deixa-los um bocadinho "à solta".  Em preparativos para vir de férias comecei a pensar que dava jeito trazer um saco para enfiar a tralha preferida dele, algo fácil de transportar e com espaço suficiente para trazer popós, livros, bicharada, brinquedos da praia e afins.

Há umas semanas tinha comprado os sacos abaixo no IKEA para organizar a roupa suja e em passagem pela Tiger, loja de que sou fã, dei de caras com este rolo de ardósia autocolante e voilá, rápidamente surgiu a ideia que partilho abaixo minha cabeça.  Muito fácil de executar, o saco é muito resistente, espaçoso e tudo fica por menos de 6€.

SAM_5979 SAM_5981Neon_Yellow__82360.1390936216.600.600SAM_59911SAM_60001SAM_60101SAM_6018SAM_6039

Material: Cesto Ikea Sprutt 30x30x60 (1.99€, 2 unidades) | Rolo autocolante de Ardósia da Tiger (3€) | Mini pompons neon (0,75€ da loja chinesa)





Sem título #2


Não sou fã de ir aos saldos e andar a vasculhar tudo no meio da confusão, com o pequeno índio atrás então é para esquecer, o puto tem uma fixação por desarrumar sapatos nas lojas que nem vos digo! Normalmente defino o que preciso ou o que gostei e deixei para os saldos e adoto duas estratégias 1) compro online; 2) deixo passar a primeira semana de loucura.
Coisas que compro sempre: lingerie, pijamas e sapatos (sim, com um pequeno grande esforço, espero pelos saldos para renovar o calçado de verão), básicos para o Duarte e peças-chave para as estações do próximo ano (por exemplo, nos saldos de inverno comprei sweats e uma canadiana na Zara Kids, tudo tamanho 3-4, compensa bastante).
Estes foram os meus últimos achados, que já estão orgulhosamente guardados no meu closet!










Boyfriend Jeans Mango - 35,99€ 17,99€ (-50%) | Sandálias de tiras Mango - 39,99 19,99€ (-50%) | Sandálias de tacão Mango - 79,99 39,99€ (-50%) | Ténis Mango - 39,99 19,99€ (-50%) | Crop Top riscas Zara -19,95 12,95€ (- 30%) | Top bege Zara -19,95 12,95€ (-30%) | Shopper Mango - 19,99 9,99€ (-50%)




ASSINATURA

0

Volto já!

13 agosto 2015

Vou rumar a oeste. Vou ser feliz uns dias num dos meus sítios preferidos da infância. Levo o puto comigo para dar continuidade à tradição. Família junta, pais, filhos, avós, cheiro a mar, sardinhas, marisco e dias compridos. Volto já!

12.-FAZ-AS-MALAS-FUGIMOS-HOJE_grande

Baleal_0127037031

ASSINATURA
Sou uma amante da natureza, uma espécie de bicho-do-mato apaixonada por tudo o que envolve a vida no campo, atividades ao ar livre e o convívio com animais. Depois de algumas passagens pelo ZMAR, que recomendo vivamente para famílias com crianças, comecei a ficar ainda mais fã do eco camping e ultimamente ando de olho no glamping.

zmar


Eu e o glamping temos tudo para dar certo. É aquele estilo de retiro de natureza que convence até os mais
esquesitinhoscéticos. Fascina-me a mistura do glamour e do conforto com o lado selvagem do campismo, a envolvência com a natureza, os sabores, os sons, o nascer do sol, o luar...


E depois vem a decoração, aiii a decoração, adoro o estilo boho descontraído das teepees misturado com os apontamentos vintage rodeados de natureza. Como será dormir numa teepee? Tenho a certeza que eu e os meus aventureiros vamos adorar! Os sítios abaixo, são os que mais gostei e já estão na nossa travel list para 2016! Like?

g24i362_big large lima-escape-porto-northern-portugal-large

download Azenhas-da-Seda_03 Glamping s


 portugal-nature-lodge53final32final4unusual_accommodations-4

 ASSINATURA