7

#Tenho medo, filho!

14 novembro 2015

Screenshot_2015-11-14-08-35-31-1Esta noite dormi contigo para me proteger. Procurei na tua companhia um refugio emocional, talvez porque sentir o nosso contacto me acalma. A verdade dolorosa é que assistir a mais um acto desumano de terrorismo me faz tremer, me agita emocionalmente e sufoca-me enquanto mãe..


-Tenho medo de te ter colocado no pior cenário mundial de sempre;


-Tenho medo de um dia não te poder proteger contra tudo e contra todos;


-Tenho medo de não te poder prometer a vida de liberdade, igualdade e fraternidade a que todos temos direito;


-Tenho medo do que possas ter que enfrentar no futuro por este mundo fora e do que possas vir a assistir;


-Tenho medo que um dia me perguntes o que é a humanidade e eu não a saiba definir;


-Tenho medo que os teus sonhos de menino sejam destruídos.


Ser mãe também é isto. Não te poder demonstrar, mas ter medo.


(um minuto de silêncio por todas as crianças que perderam a vida ou os pais ontem em Paris)

ASSINATURA

7 comentários

  1. Ninguém poderia ter descrito melhor o que também sinto. Também tenho medo😢

    ResponderEliminar
  2. Tão verdade! Mas a proteção que podemos dar aos nossos filhos é o amor com que os vestimos hoje a cada dia!

    ResponderEliminar
  3. E todas as criancas que perderam a vida na siria, no libano, no iraque...nao ha minutos de silencio?! Sao tao inocentes como os que morreram em paris...mas ninguem se lembra deles...

    ResponderEliminar
  4. Claro que nos lembramos Maria, das crianças e dos adultos, nao generalizei pois o post era dedicado a este tema do momento.

    ResponderEliminar
  5. O meu ainda está na Barriga, e tenho pensado tanto em tantas destas questões....

    ResponderEliminar
  6. Percebo perfeitamente, gostava de dar um irmão ao meu e penso... será seguro?

    ResponderEliminar