0

#(COOL)ABORAÇÕES | DRA.GISELA CARRILHO | PEQUENOS-ALMOÇOS SAUDÁVEIS PARA CRIANÇAS!

07 dezembro 2016


Texto: Raquel Rodrigues
Colaboração: Dra. Gisela Carrilho – Nutricionista

Como mãe imperfeita que sou, um dos meus erros da maternidade tem sido o pequeno-almoço do Duarte, ele só aceita leite simples pela manhã e recusa todos os restantes alimentos que ofereço. Já consegui identificar que em parte o erro está na base familiar, ou seja, na falta de exemplo em casa pois não temos por hábito, nem conseguimos, tomar o pequeno-almoço juntos. O Diogo sai as 6h30, nos “só” saímos as 8h45. Eu costumo comer já no trabalho e o Duarte bebe leite em casa e come fruta quando chega à creche. Acomodou-se a este padrão e sempre que lhe tento introduzir novos alimentos como iogurtes, cereais ou pão torrado, são raros os dias em que aceita, reclama sempre pelo leite. 

No caso da noite, já consegui substituir o leite da hora de dormir por 1 iogurte porque ele tem muita fome na hora de se deitar e chegava a beber 500 ml, o que resultava em muitos xixis na cama. Graças a uma dica de uma leitora mudei este hábito e estamos a ver os resultados. Precisamos fazer o mesmo com o pequeno-almoço, a refeição mais importante do dia e que prestes a chegar aos 4 anos não pode ser só leite. Por isso, pedi ajuda à Dra. Gisela Carrilho para que ajudar a implementar novos pequenos-almoços lá em casa. 

"Sair de casa só depois de tomar o pequeno-almoço é um hábito importante a implementar desde a infância, sendo de extrema importância para miúdos e graúdos. No entanto, todos sabemos o quanto é difícil comer um pequeno-almoço completo, equilibrado e variado todos os dias incutindo nos mais pequenos esse mesmo hábito. Quer seja pela falta de tempo ou pelo simples desconhecimento sobre quais os alimentos necessários e qual a correcta conjugação dos mesmos". 

"Lembrem-se ainda que o pequeno-almoço é a primeira refeição do dia após um prolongado período de abstinência alimentar que ocorreu durante o sono. Quando o organismo desperta para um novo dia, necessita de energia extra e de alimentos específicos e com qualidade. Por esta razão, o pequeno-almoço deve ser sempre uma refeição de excelência na manutenção saudável do organismo" refere a Dra. Gisela Carrilho..

De seguida, seguem 3 exemplos de pequenos-almoços com nutrientes adequados aos mais pequenos e também aos mais crescidos, podem por em prática já neste fim de semana prolongado (para muitos):




Beijos,

Sem comentários

Enviar um comentário