1

#Igualdade ou anulação de género?

03 março 2016

Happy-Meal-720x480


Como mãe, também tenho umas coisitas a dizer sobre a decisão tomada pelo Macdonald´s acerca do Happy Meal após um artigo publicado no Diário de Notícias. Foi com muito espanto, muito mesmo, que me deparei com a notícia de que o Happy Meal vai deixar de ter distinção de género nos brindes por considerar discriminatório. E a pergunta é: discriminatório onde? Então, mas termos género é ofensivo? Então os miúdos andam na escola a aprender os géneros e as suas diferenças e afinal está tudo mal e deviam era olhar uns para os outros da mesma forma? Não concordo. Acho perfeitamente normal um menino ter direito a um brinquedo mais “arrapazado” e uma menina a um mais feminino. E se o menino quiser brincar com o pónei ou a menina com o carro qual é o problema? Não faz parte do crescimento, do desenvolvimento da personalidade e até mesmo da sexualidade? O Duarte quis uma cozinha e tem uma, assim como quer todos os dias popós. O Duarte pede para ver a Frozen e vê, ou será que só devia ver as Tartarugas Ninja e o Homem Aranha? Não vamos oprimir os miúdos, para mim igualdade é precisamente dar liberdade de escolha. As crianças precisam de brincar e de explorar livremente. Agora têm que ficar condicionadas a brinquedos unissexo para parecer bem à sociedade? Sim porque é isso que me parece que o Macdonald´s está a defender, a anulação de sexos em prol da igualdade. Se calhar é melhor adoptarmos todos uma farta, uma vestimenta igual para homem e mulher, não vão os vestidos ou as gravatas ofender alguém.


E o pior é que tudo começou nos media, alguém achou mal, a Secretária de Estado apoiou considerando a distinção discriminatória e o Macdonald´s reagiu de forma drástica e adoptou as regras já praticadas nos EUA. Ficava mais contente com um “tínhamos que reduzir os custos de produção e a solução foi criar brinquedos unissexo”, pronto, a malta engolia e a caravana passava. Era giro os brindes serem diferentes, era giro ir com os miúdos e cada um ter uma surpresa, fazia parte da "experiência" Happy Meal. Tentamos proclamar a igualdade em coisas absurdas, quando existe essa necessidade em sectores da sociedade bem mais importantes. E a seguir, os senhores da Kinder também vão acabar com os géneros do ovo surpresa?


Para terminar este meu desabafo, partilho uma imagem do meu Buzz Lightyear do Macdonald´s, que deve mais de 15 anos, e que o Duarte descobriu na casa dos meus pais. Tornou-se o brinquedo preferido do momento, aquele que vai todos os dias na mão para a escola. Passou de mãe para filho, e senhores do Macdonald´s eu não fiquei traumatizada por ter o ter recebido ao invés de uma Barbie.


SAM_0696-1


ASSINATURA

1 comentário

  1. Segundo a informação que li não vão existir brinquedos unissexo, simplesmente vão deixar de perguntar se quer o brinquedo para rapaz ou para rapariga mas sim se quer "o carro"ou "o pónei".

    ResponderEliminar