BabyTime: #PARA IR COM OS MIÚDOS (E NÃO SÓ): ESTAMINÉ 1955!
0

#PARA IR COM OS MIÚDOS (E NÃO SÓ): ESTAMINÉ 1955!

18 dezembro 2018




Este fim de semana parámos num dos nossos restaurantes de eleição - o Estaminé 1955 - em Cacilhas. Nesta fase da vida, com dois filhos pequenos, ir comer fora torna-se "o" momento de descontração da semana mesmo com toda a logística que implica. É bom sair de quatro paredes, conversar sem ser a ouvir Baby TV e desanuviar um bocadinho no mundo dos crescidos.  


Sou amiga dos proprietários e sei que logo à partida sou suspeita em falar, mas basta dizer que conquistou o prémio de Melhor Restaurante da Time Out 2018 (votado pelo público) para perceberem que não estou a exagerar ou que não estou a ser tendenciosa - é o que é - é um sitio onde se comem hambúrgueres gourmet maravilhosos, com um ambiente descontraído, decoração gira, staff simpático e sem pretensiosismos. É um bom local para ir quando apetece dar aquela facada na dieta sem ser junkie, porque a confeção é artesanal e só usam ingredientes de origem nacional. Além disso, havia um apelo maior a chamar por nós, - "Com todos"- um hambúrguer de bacalhau de edição limitada que vão ter até ao final do mês. Uma opção diferente para saborear o Natal (mas já lá vou).


O Estaminé 1955

Para quem não conhece, e porque a minha veia de assessora de imprensa adora estas histórias (o ir aos bastidores dos locais), o Estaminé 1955 era uma antiga Leitaria. A Leitaria do senhor Brito (que ainda é vivo) e fica na Rua Cândido Reis, em Cacilhas. Reza a estória que foi o primeiro estabelecimento daquela rua a ter televisão e por isso era bastante movimentado. Hoje é o Estaminé 1955, numa homenagem às suas origens, e servem-se hambúrgueres artesanais de autoria da chef Noémia Garcia, que já está a preparar novidades para o próximo ano (e mais não digo!). 


Contou-me o Miguel, o dono, que o balcão na cor pastel, original da década de 50, foi o fator decisivo para ficarem com o espaço e decidir que ia ser ali o restaurante deles. Só saiu dali para ser levemente restaurando e voltou a ser colocado. É por isso, a peça mais icónica da sala e que salta à vista mal entramos. Foi ele que fez o logótipo e todos os materiais gráficos do Estaminé, porque é assim que se constroem sonhos, com o próprio suor.








Passaram-se 4 anos, um prémio Time Out,  reconhecimento no Trip Advisor, e até já têm cerveja artesanal de marca própria, em parceria com a Trevo, e vinho da casa. São razões mais do que suficientes para destacar aqui no blog e vos desafiar a pegar na família e ir conhecer. Além disso, no final da refeição podem descer até ao fundo da rua e ir ver o submarino Barracuda e a Fragata D. Fernando II e Glória, os miúdos vão adorar. 


A comida


Existem várias entradas para "matar o bicho" e muitos hambúrgueres deliciosos (porque já provei uns quantos) à escolha na carta: desde o Galo de Barcelos, às 9 Ilhas Encantadas, passando pelo "Barrosã ao Geres", Funchalense e até à Caparica, entre outros. Todos confecionados com produtos nacionais. Os preços variam dos 7€ aos 11€. Se levarem os membros mais novos da família, podem optar por um "Portugal dos Pequeninos" por 5.50€. 





Croquetes de Novilho e chamuças (perco-me com salgados!)




Em cima, Bolo do Caco com Queijo Cabra, Rúcula e Mel (delicioso!) e em baixo aros de cebola frita à "Cervejeiro".




Como prato principal, desta vez provei a novidade do momento, como já referi acima, a edição limitada de dezembro, o hambúrguer de Bacalhau "Com todos", inspirado claro está, nesta época festiva, e apesar de estar um pouco apreensiva porque quando me apetece um hambúrguer só penso em carne, adorei! 



Leva um hambúrguer de 130 gr de lombo de bacalhau, couve portuguesa, cenoura, grão-de-bico e ovo cozido, acompanhado por maionese à base de bacalhau e é apresentado em pão de milho. Até os mais céticos vão gostar, garanto. Se ficaram curiosas, só indo provar mesmo, ou até mesmo, marcar lá os almoços ou jantares de natal em falta e ter a desculpa perfeita para experimentar.


 

O "Portugal dos Pequeninos" do Duarte, que de pequenino não tem nada, pois é uma boa dose.




Abaixo, o menu "Galo de Barcelos" que é nada mais nada menos do que um hambúrguer de frango com alheira de aves, grelos salteados e queijo edam...nham!






A sobremesa foi este suspiro de morango que se desfaz na boca e é de babar por mais e o Duarte deliciou-se com uma tarte de mousse de chocolate porque um dia não são dias. Eu ajudei a terminar. Estava maravilhosa, sugiro que dividam uma quando lá forem (estava tão bom que voou e nem fotografei).





E porque os olhos também comem, aposto que chegaram ao fim do post com vontade de lá ir, confessem! 


Para quem vai com carrinhos de bebé, tem a vantagem de a entrada não ter escadas e de, apesar de não ser muito grande (é um restaurante acolhedor), ser espaçoso o suficiente para estacionar as crias. 
PS - Não tem MB e não tem fraldário, mas há um ATM mesmo no inicio da rua e há uma mesa ao pé do WC que desenrasca bebés aflitos :) 


Fica a sugestão para um passeio de Natal e não só!


Morada: Rua Cândido dos Reis, 130 A (4,57 km)
2800-269 Almada 

Estamos à vossa espera também no Instagram e no Facebook !


Sem comentários

Enviar um comentário