0

#11 IDEIAS DE LANCHES PARA A ESCOLA!

10 setembro 2018


A primeira semana de aulas está à porta e com ela regressa a preocupação da preparação de lanches escolares variados! A escola do Duarte tem opção de lanche mas já desde o ano passado que desistimos pois ele pediu-nos para não comer o da escola pois não gosta muito das opções. Por isso (e porque as minhas amigas já andam a partilhar a mesma preocupação nos grupos de whats app, este é um tema que está na ordem do dia e é transversal às mães) lembrei-me de recuperar este artigo que fiz em conjunto com a Dra. Gisela Carrilho (nutricionista) o ano passado para nos ajudar a todas com a lista de compras: ideias práticas e variadas para lanches escolares! 

As refeições a meio da manhã e da tarde, na escola, são os momentos certos para “recarregar as baterias” e fornecer ao organismo os nutrientes que o cérebro necessita para se manter atento e dinâmico. Por esse motivo, faz sentido pensar de que forma podemos tomar melhores decisões e, assim, melhorar a saúde das nossas crianças. 

Assim, aqui ficam alguns conselhos:

• Os lanches das crianças podem e devem ser preparados em casa;
• Os lanches devem ser práticos e rápidos de comer, devendo evitar-se embalagens e/ou lancheiras difíceis de abrir e arrumar pois é um aspecto extremamente importante para as crianças.
• Uma lancheira deverá conter um dos alimentos de cada grupo descrito abaixo, nomeadamente uma fonte de hidratos de carbono, um lacticínio e uma fruta/legume. 
• Deve evitar-se a monotonia e manter a criatividade - os lanches devem ser variados, de forma a tornarem-se interessantes. É importante variar sabores, texturas e cores, para que não haja a sensação de “estar sempre a comer o mesmo”. 
• Ofereça alimentos saudáveis – combinados de diferentes maneiras, de forma a tentar variar o mais possível. Deve tentar envolver as crianças na escolha do lanche para tentar também ir de encontro às suas preferências (dentro do possível e aceitável…);
• É muito importante garantir a segurança alimentar do lanche enviado e por isso deverá seguir algumas regras básicas como lavar bem a fruta e colocá-la numa caixa de transporte; Embalar os alimentos separadamente; Colocar as bolachas numa pequena caixa para se manterem crocantes (caixas de vácuo Fresh Box); utilizar uma lancheira térmica; utilizar garrafas térmicas  e bolsas de gel/gelo que ajudam a manter a temperatura;
• Por fim deverá juntar sempre à lancheira da criança uma garrafa de água.
Alguns exemplos de lancheiras saudáveis e possíveis combinações: 

1. Iogurte natural/bebida vegetal + tomate cherry c/queijo fresco aos cubos + tostas de centeio 
2. Iogurte natural/bebida vegetal + kiwi + tostas de centeio com queijo à fatia 
3. Iogurte natural/bebida vegetal + tostas de aveia + uvas
4. Iogurte natural/bebida vegetal + pão saloio (miolo) + pêssego às fatias
5. Iogurte natural/bebida vegetal + flores de pão centeio + palitos de cenoura
6. Iogurte natural/bebida vegetal + crepes de aveia com doce 100% de fruta + morangos 
7. Iogurte natural/bebida vegetal + panqueca de cenoura e coco + gomos de laranja
8. Iogurte natural/bebida vegetal + pão integral c/queijo + pera às fatias
9. Iogurte natural/bebida vegetal + mini-panquecas de banana e maça + uvas sem caroço 
10. Sumo de laranja natural + panquecas de alfarroba e banana + pera às fatias
11. Batido de morango/cacau + tostas de aveia + pera às fatias

Outras coisas que costumo mandar: queijinhos Baby Bell, ovo cozido, pacotinhos de bolachas de água e sal 
E porque a redução de plástico está também na ordem do dia, não se esqueçam de optar por sacos de papel (uso uns da Silvex que compro no Continente), recipientes de plástico com abertura fácil (uso os da Tefal) e de apostar numa lancheira gira que os miúdos gostam sempre! 


 Ajudou?

Sem comentários

Enviar um comentário