3

#9 COISAS QUE AS MULHERES FAZEM QUANDO ENGRAVIDAM!

19 outubro 2017


Não venho aqui falar dos clichês comuns das fotos à barriga mesmo quando ela ainda MAL se nota, mas nós ja achamos que é notório ou da partilha da foto do teste de gravidez com toda a lista de amigas chegadas no whast app, nem das famosas pesquisas no Google para ver se o sintoma x é normal ou não, venho falar de outros hábitos que passam a fazer parte do dia a dia das gestantes deste século! 

1 - Começamos a ver ideias de decoração para o quartinho! Ainda não sabemos o sexo, mas não faz mal, pelo sim pelo não exploramos as duas hipóteses e criamos um álbum secreto no Pinterest para espetar lá todas as 1000 ideias que tirámos, na esperança de baralhar aquilo tudo e sair de lá uma ideia vencedora. 

2 - Juntamo-nos a um grupo secreto no Facebook "as Mamãs de xxxx" e começamos a desbobinar todas as particularidades da nossa gravidez, muitas vezes sem filtro: como e onde foi feito?, quanto tempo demorámos para engravidar?, qual a Dpp (data prevista de parto)?, quais as semanas da gravidez, como andamos de peso, humor, etc, etc. Também é lá que que nos sentimos confortáveis para partilhar as fotos das ecografia, os resultados dos exames e as primeiras fotos à barriga sem ninguém achar aquilo uma seca e um massacre da maternidade. Estamos todas no mesmo mood, tiramos dúvidas, partilhamos estados de espírito, sofremos umas pelas outras, partilhamos alegrias, e é lá que encontramos resposta para a maioria dos nossos "medos" e ansiedades. A Saúde 24 devia pagar uma % a estes grupos, poupam-se muitas chamadas telefónicas e algumas idas às urgência. 

3 - Damos inicio a um vasta e extensa pesquisa sobre as marcas infantis no Facebook e Instagram. Varremos tudo e deixamos like em todas as que gostamos, desde roupinhas, acessórios, marcas de puericultura, chuchas, fraldas, biberons, babetes personalizados, ninhos, fraldas personalizadas, almofadas personalizadas, álbuns de nascimento personalizados, slings, almofadas de amamentação, entre outras. Se for a primeira gravidez começamos a recolher preços de tudo e mais alguma coisa e a compor a lista das necessidades e fazemos efetivamente várias compras, se for a segunda, somos mais ponderadas, fazemos um print screen e guardamos para mais tarde.
 

4 - Tornamo-nos masters em sites online. Criamos wish lists na Amazon.uk, no Ebay, no Aliexpress e comparamos preços. O Aliexpress torna-se o nosso fornecedor das primeiras tralhas, sejam stickers para decorar o quartinho que arriscamos mandar vir pelo preço simbólico sejam babetes ou meias fofas estilo nórdico.

5 - Tiramos fotos às primeiras roupas compradas para os bebés. Para quê? Para partilhar com as amigas chegadas e, claro está, no grupo do Facebook. O nosso telémovel vira um catálogo multimarca de maternidade.  


6 - Damos início ao massacre psicológico dos maridos sobre a questão do quarto e do enxoval, ainda falta muito, mas queremos que as coisas comecem a andar porque "lá no grupo já há mamãs a começar os quartinhos".


7 - Começamos a seguir páginas de receitas rápidas, comida low carb e healty no Instagram (ou essa sou só eu? também compreendo se desviarem os hábitos para fast food), ansiamos por sabores novos para combater os enjoos, a azia e o facto de tudo nos saber a salobro e damos por nós a procurar variedade, na esperança que isso nos adoce o paladar.


8 - Passamos estar atentas a giveaways de produtos para bebés, ofertas de ecografias 4D, amostras grátis, mercados e mercadinhos infantis e tudo o que esteja relacionado com o universo dos bebés. 


9 - As siglas DUM (data da ultima menstruação), Dpp (data prevista de parto), Eco (ecografia), O.B (obsetreta), GO (ginecologista), BUR (benurum) passam a fazer parte do dia a dia das nossas conversas online. 


E muito mais haveria para dizer. Se a minha cabeça esquecida de grávida se lembrar vem cá ascresentar!

Quem quer dar uma ajuda?

Beijos

 

3 comentários

  1. Sou mãe de primeira viagem, e muito do que dizes aqui revejo-me e ajuda-me a pensar que olha não estou maluca em andar a pensar em coisas para daqui meses largos, mas nós como mulheres que somos, adoramos planear tudo, saber de tudo até estarmos preparadas, ou pelo menos pensarmos que estamos!
    Confesso, que algumas coisas que aqui dizes já o faço, os fóruns que têm ajudado, as páginas do FB, andar a ver peças fofas em certos sites, pensar no quartinho, mas também vou ser prática, como só nasce lá para o final de Março, melhor mesmo é esperar para depois do Natal para fazer compras, até lá... muitas coisas vão ser oferecidas e não quero de todo andar a gastar dinheiro desnecessário!
    Acho que me vou tornar mais fervorosa lá a partir de janeiro, aí sim .. arregaçar as mangas para os preparativos mais importantes.. agora foco-me em desocupar espaço, principalmente o espaço para o futuro bebe.. ir às consultas... tentar ser minimamente saudável e esperar , porque esta espera MATA-ME!
    Obrigada por partilhares aqui connosco, ajuda-nos sempre um bocadinho :)

    Ana*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ser mamãs na mesma altura :) por aqui está previsto para 24 de março (vale o que vale, mas o meu Duarte nasceu precisamente no dia da Dpp) e ai qual é o dia? Por aqui anda tudo tão calmo nos preparativos que já começo a ter um nervoso miudinho por estar tão parada!

      Eliminar
    2. Vamos sim, o meu DDP é dia 28 de março. Calminha ainda e super contente porque já sinto a mexer cá dentro e cada vez é maior a sensação.
      De resto... a tentar-me manter calma, que isto de ser mama de 1 viagem ainda à muita coisa para aprender e os teus post's estão a ser grande ajuda :)
      Depois do natal e aproveitando os saldos.. aí sim, vou começar com as compras e preparativos mais à séria, agora é mesmo tentar arranjar espaço para as coisas que vêm aí :)
      Parabéns ;)

      Ana*

      Eliminar