0

#VERANEANDO POR AÍ: O NOVO ZMAR!

29 junho 2017

[Atenção, este post começa com um desafio!]

Imaginem o Alentejo com cheiro a mar e sobreiros…
Imaginem o voo da cegonha sobre o céu mais azul
Imaginem um pic nic sobre a relva fresca e a sombra do sobreiro…
Imaginem uma piscina imensa com sabor a verão
Imaginem um parque infantil XL onde podemos libertar a infância
Imaginem o céu (mais) estrelado no deck do bungalow…
Imaginem um local feito para abrandar o ritmo…

(AGORA… FECHEM OS OLHOS EM IMAGINEM TUDO ISTO.)

Este já era o Zmar. 
Este continua, para mim, a ser o Zmar. 
Não está novo, reinventou-se com a força de quem o sonhou
Renasceu com a vontade de quem sempre acreditou nele. 
Recomeçou com inspiração e desafia a imaginar

Sempre fomos muito felizes no Zmar. O destinou conduziu-nos até lá um dia e todos os anos, mesmo quando até achamos que já não vamos repetir o local, acabamos lá. Este ano, porque o Duarte pediu. O ano passado, idem. Porque para o Duarte, verão é Zmar. Porque para o Duarte, verão é piscina de ondas. Porque para o Duarte, verão é animação na tenda. Porque para o Duarte, verão é fazer amigos na piscina infantil. Porque para o Duarte, verão é saltar na piscina dos adultos. Porque para nós, verão é vê-lo feliz. E assim, lá fomos nós, a meio das férias, parar ao Zmar, pela 5º ou 6ª vez. 

E, como a vida é feita de coincidências, a nossa estadia programada em abril coincidiu com a festa oficial de reabertura. Sabíamos que íamos conhecer o novo Zmar, não contávamos ir “oficializar” a reabertura, mas já que lá estávamos, brindámos também a isso num dia de festa que começou com um pic nic nos sobreiros, para escapar do calor abrasador, e culminou com um jantar e festa na tenda. Tudo num desafio à imaginação, desde o pomposo Pégaso colocado à porta da tenda, até à sereia que, dentro de uma concha gigante, animou as crianças ao som da música. As figuras mitológicas têm uma força incrível, tal como a força que fez renascer a “nossa” casa de férias.









  


O que mudou?
  • O restaurante está mais amplo, com melhor circulação e com uma zona grande de sombra exterior, ótima para almoçar na “fresca”. Tem também um novo bar.
  • A piscina de ondas foi reconstruída e continua a ser o ex-libris dos miúdos. 
  • Foi criada uma quinta pedagógica, com cabras, póneis e aves exóticas. Que já estava prevista na nossa última estadia.
  • Há um novo bar piscina, onde podemos beber café tranquilamente. 
  • Foi criado um centro de Interpretação Ambiental integrado no Espaço Kidz
Estivemos bem, em família e fizemos amizades. Reencontrei conhecidos. Conheci o “outro” lado da Sofia Serrano, autora do Blog Café, Canela e Chocolate, com quem tive boas conversas à beira-piscina. Os nossos miúdos fizeram uma daquelas bonitas amizades de verão. Não se largaram um segundo e fizeram promessas de reencontros. Foi bonito ver o meu filho, pela primeira vez, a criar laços de amizade fora da rotina habitual. 
















Estivemos muito bem, e embora eu goste mais do Zmar durante os dias de semana, mais calmo e com menos gente na piscina do que ao fim de semana, deu para abrandar o ritmo, respirar o campo e viver o momento. 

Algumas coisas ainda precisam ser afinadas, como a piscina de ondas voltar a ser aquecida, mas a vida é um ciclo, e tudo precisa de tempo. 

Deixo uma dica final para quem planeia ir ao Zmar brevemente, se forem sócios ACP refiram isso na vossa reserva, pois dá direito a um desconto de 15% sob a estadia

Beijos,

Outros posts (meus) sobre o Zmar: 

http://www.blogbabytime.com/2016/11/zmar-o-resumo-da-estadia-em-1-minuto.html
http://www.blogbabytime.com/2016/11/dos-sitios-que-nos-aquecem-o-coracao.html 

Fotos: Canon EOS 750D


Sem comentários

Enviar um comentário