1

#QUAIS OS MELHORES CEREAIS DE PEQUENO-ALMOÇO PARA CRIANÇAS? | COOL(ABORAÇOES) NUTRICIONISTA GISELA CARRILHO

02 junho 2017



Texto: Nutricionista Gisela Carrilho

Eis uma das perguntas mais frequentes em consulta, especialmente se falarmos de crianças uma vez que este é um dos alimentos preferidos dos mais pequeninos! 

É conhecida a importância que assume o pequeno-almoço na vida de todos nós. Se não tomarmos o pequeno-almoço iremos sentir-nos mais cansados e com falta de concentração. Em idades escolares este facto traz consequências importantes, já que condiciona a aprendizagem e leva a uma diminuição do rendimento escolar. Por outro lado, a ingestão de um pequeno-almoço carregado de açúcar e aditivos alimentares pode originar outro tipo de problemas dos quais os pais se queixam, nomeadamente irritabilidade extrema e falta de concentração confundida muitas vezes com sintomas de hiperatividade. 

Saber quais são os cereais mais saudáveis é essencial, especialmente se for um consumidor regular deste tipo de alimentos, uma vez que muitas vezes o "verdadeiro conteúdo" destes alimentos está mascarado.

As embalagens coloridas com imagens de super-heróis e mensagens apelativas de alto teor de fibra, vitaminas, minerais, ou baixo teor de açúcar ou gordura conduzem o consumidor a acreditar que está a comprar um alimento saudável. No entanto, toda esta publicidade e campanhas de marketing escondem a verdadeira realidade, isto é, realçam apenas as características positivas do produto alimentar (ex: alto teor em fibra) esquecendo de mencionar o que é feito para compensar esse aumento especialmente no que diz respeito à quantidade de açúcar, sal e gordura que é adicionado para que o produto não perca a palatibilidade. 

EM 1º LUGAR É IMPORTANTE ESCLARECER O QUE SÃO CEREAIS DE PEQUENO-ALMOÇO? 

Os cereais de pequeno-almoço são uma fonte alimentar de hidratos de carbono, contendo hidratos de carbono complexos (amido) e simples (açúcares). São muitas vezes enriquecidos em vitaminas, sobretudo do complexo B, e minerais, contribuindo para alcançar a dose diária recomendada destes micronutrientes. 

QUAIS OS TIPOS DE CEREAIS DE PEQUENO-ALMOÇO QUE EXISTEM?

A gama deste tipo de produtos alimentares é imensa e os valores nutricionais podem variar consoante as marcas. Desde os clássicos flocos de milho aos cereais de fruta e fibra, farelo de trigo, flocos de trigo e arroz integral, muesli e as famosas granolas há de tudo e para todos os gostos. 

QUAL A SUA COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL? 

O valor energético (calórico) dos cereais de pequeno-almoço varia geralmente entre 300 e 500 kcal/100g, dependendo da adição de açúcar, frutose ou mel, de frutos secos e oleaginosos, sementes, chocolate e óleos vegetais. É importante não esquecer que a dose recomendada pode variar entre 30-45g de cereais/refeição. 

MAS ENTÃO, QUAIS OS CEREAIS MAIS SAUDÁVEIS? COMO ESCOLHER O MAIS EQUILIBRADO? 

Nos supermercados a variedade com que nos deparamos é gigantesca apresentando valores nutricionais muito diferentes entre as diferentes tipologias. Existe de tudo um pouco, desde alternativas saudáveis a outras muito pouco equilibradas tornando esta seleção numa árdua tarefa. No entanto, e de uma forma geral a escolha dos cereais deve recair sobre os que possuem um menor teor em açúcar, gorduras e sal e um maior teor de fibras.

Posto isto, seguem algumas dicas que pretendem ajudar os nossos seguidores. 

Leia atentamente o rótulo do produto pois nele consta a lista de ingredientes. Lembramos que a lista de ingredientes aparece sempre por ordem decrescente, logo se o açúcar, o mel, a frutose, o xarope de glucose ou extrato de malte de cevada aparecerem nos primeiros lugares significa que existe em maior quantidade no produto alimentar. 

Quantidade de açúcar: Ao analisar a quantidade de açúcar deverá analisar a quantidade por 100g de produto e não por porção recomendada uma vez que a quantidade consumida por cada individuo é variável. Prefira produtos que tenham um teor de açúcar inferior a 13g açúcar/100g ou menor, dependendo da pessoa em questão. 

Quantidade de fibra: procure um teor de fibra igual ou superior a 6g/100g.

Gordura: Não deve ultrapassar os 3g/100g.

Sal: Procure marcas que forneçam até 2g de sal por 100g.

Para ajudar compilámos numa tabela a composição de algumas marcas mais vendidas e comercializadas em Portugal que se encontram disponíveis em super e hipermercados. Podem fazer o download aqui: https://mab.to/1154osM12 

CONCLUINDO….

Os melhores cereais de pequeno-almoço são os ricos em fibra e não açucarados. A oferta de cereais não açucarados é baixa, mas basta aprender a ler os rótulos e despender um pouco de tempo no supermercado para se fazer a compra certa e ganhar em saúde. 
Se a introdução destes cereais, para nós adultos, até pode ser fácil…para os mais pequenos pode ser uma grande “guerra”. Se é o seu caso e os cereais mais açucarados fazem mesmo parte da despensa, opte por substituí-los parcialmente, misturando-os com cereais com menor teor de açúcar, como os flocos de milho ou os flocos de aveia, e vá gradualmente, diminuindo o teor de açúcar que dá ao seu filho associado aos cereais de pequeno-almoço.

O Duarte adora estes:
Assim se pretende uma opção saudável opte pelos cereais mais simples (com menor lista de ingredientes), como os flocos de aveia simples, os Corn Flakes sem adição de açúcar ou os cereais de trigo, arroz, millet e quinoa. São opções pouco doces, mas pode-se sempre adicionar um pouco de fruta ou iogurte ou canela para intensificar o sabor. Sejam criativo(a)s! 

1 comentário