6

#PARTY PLANNER MODE: COMO GASTAR MENOS NAS FESTAS DE ANOS - O MEU MÉTODO!

11 janeiro 2017


A maternidade trouxe-me um novo mundo no que toca a festa de anos, muito além dos jantares com amigos, um bolo e um pezinho de dança, cujo nível de complexidade é básico.

Bastou-me em 2013 abrir os primeiros sites de festas infantis para ser introduzida ao maravilhoso-e-complexo-mundo-das-festas-infantis, com balões de todas as formas e feitios, pratos xpto, brindes para os amigos, stands de bolos, banners, photoboots, etc, etc. E se, por um lado, me deixei seduzir qual mãe babada por toda a beleza de organizar uma festinha temática, por outro, comecei logo a ser estratega e a definir muito bem cada compra e cada passo, a separar o superficial-e-giro do giro-e-necessário. 

Desde a primeira festa percebi que é algo que gosto muito de fazer! Estar envolvida em projetos dá-me vida e faz-me sentir útil. O primeiro aniversário do Duarte foi em casa com a família e amigos chegados, com o tema Mickey. E, por ser o primeiro ano, foi aquele em que mais investi em decoração numa mistura de necessidade com deslumbramento. No final da festa pensei "foi linda mas para o ano temos que gastar menos".

O segundo aniversário foi na creche com o tema Panda (pois claro!) onde mandei fazer um bolo mais simples, estilo naked (e mais em conta), o terceiro foi no mesmo local com o tema Faisca Macqueen (nesse ano comprei em maio a forma número 3 para fazer o bolo dos 30 anos do Diogo, já com a ideia em mente de a aproveitar para o bolo da creche dos 3 anos do Duarte = estratégia vs rentabilização) e este ano iremos repetir o conceito com o tema Piratas.

DICAS PARA GASTAR MENOS NAS FESTAS DE ANOS - À LA RAQUEL:

Tudo passa, como referi acima por estratégia vs visão futura vs organização. Além de inicialmente ter apostado em ter algumas coisas base para utilizar sempre, como: uma toalha branca, um stand de 3 andares, um prato alto para bolos, alguma louça de servir (em porcelana) e identificadores, sempre que termina uma festa guardo numa caixa o material que sobra e que não se estraga. Que material? Pesos dos balões, toalhas de plástico que são resistentes e duram de ano para ano, talheres de plástico lisos, pratos lisos, copos de plástico, bomba manual de encher balões, palhinhas, brindes, copos de sobremesa, marcadores de ardósia, entre outras.

De ano a ano basicamente o que faço sempre que determino um novo tema é 1) pensar no que tenho em casa e na 2) “caixa das festas de anos”, como lhe chamo, que possa ser usado/reutilizado na decoração para reduzir custos desnecessários. Para este ano, por exemplo, tenho atoalhados pretos e vermelhos lisos que se adequam ao tema (menos uma despesa), o Duarte tem um barco pirata de madeira do Lidl que pode servir de decoração, a Lightbox da nossa sala vai diretamente para a mesa de aniversário, o Letter Banner personalizável do quarto dele idem, e por aí. Determinado o material que tenho, crio um mood board com o bolo escolhido e componho-o com os elementos extra de decoração que gostei e preciso para caracterizar a festa: balões, velas, pickers, toppers, etc. O mood board não precisa de ser super profissional, pode ser feito em Power Point... no Word (onde se sentirem mais confortáveis). A mim ajuda-me bastante a visualizar o layout da festa e as necessidades.  

O que faço a seguir? Já com tudo apontado num caderno, a lista de convidados definida e com o mood board impresso dou o passo seguinte - comprar as decorações e elementos em falta.

Este ano estou a tratar de tudo com especial antecedência, ao contrário do Natal, e já tenho praticamente tudo comprado. A decoração temática foi adquirida na Party & Bite, uma loja de festas que abriu à cerca de um ano perto do meu local de trabalho e que é das mais completas em já entrei. Além de enorme, a loja tem tudo o que as mães sonham para montar uma festa e o que não têm encomendam (ainda bem que o ano passado ainda não tinham aberto pela altura da festa do Faísca pois tinha-me perdido!). Se tivesse uma menina então nem sei! Outra coisa que percebi é que trabalham com fornecedores brasileiros e se há país que é pro a organizar festas com tudo o que é detalhe são os nossos irmãos do outro lado do mundo. Pratos lisos, com padrões chevron, às bolinhas às riscas, balões, stands para bolos, palhinhas, toppers giros, figuras de animação, ardósias, letras luminosas, letras em glitter, velas de todos os tamanhos, uma parede inteira/expositor de balões à escolha do freguês, uma perdição!







Outro truque que faço para não gastar balúrdios no decor, sobretudo no que toca a pratos e copos, é comprar alguns conjuntos alusivos ao tema para dispor na mesa principal e na dos miúdos e, noutra área de apoio, coloco pratos, copos e guardanapos lisos para os convidados se servirem, assim não comprometo o tema, componho uma mesa gira e economizo.

Para o catering, inspiro-me no Pinterest, defino a lista de finger food, doces para preparar em casa e bebidas necessárias (dou em doida na véspera, mas a festa acontece). Quanto ao bolo de aniversário, que é o “rei” da festa, deixo essa pressão para outra mente criativa e com mais jeitinho que eu.

O convite é feito no Canva, um programa online de design, de utilização muito intuitiva e que permite dar largas à imaginação. Se ainda não conhecem, recomendo.

No próximo post vou falar do bolo e da animação!

Nota - post não patrocinado!

Beijos,

6 comentários

  1. Obrigada pelas preciosas dicas! Sou mamã de um bebé de 8 meses que terá este ano a sua primeira festa de aniversário e já ando a pensar em toda a organização para um dia tão especial. Acho que vou seguir estas dicas religiosamente ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Happymom, para a semana vai haver mais um post :) Beijinhos e felicidades

      Eliminar
    2. Fico à espera! :) A gripe atacou-me e tenho passado estes dias em casa e já com os olhos postos na festinha do meu bebé. Acho que já descobri o tema que vou querer utilizar (e que o pai adorou!) por isso agora é só deitar mãos à obra e planear tudo aquilo que quero fazer a nível das comidinhas. Tenho estado a ver os artigos de decoração em lojas online mas acho que vou também espreitar a Party&Bite para ver mais algumas coisas.

      Eliminar
  2. Não sei que idade tem o filhote mas com estas dicas todas já dá para criar uma empresa e fazer disto vida :D muito obrigada por todas as dicas vão ser excelentes para uma mãe de primeira viagem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sónia, vai fazer 4 anos e não fosse eu uma pessoa com uma profissão que gosto, talvez pensasse no assunto :) beijinhos

      Eliminar
  3. Raquel gostei das dicas! Também uso algumas delas! O João Maria faz 4 anos em dezembro e já pede o tema piratas! Gostou tanto da sua festa da Masha e do urso que agora quer é festas! Ele diz que quer piratas azuis!!! Então em vez de vermelho e preto vou apostar em vermelho e azul. Também tenho uma prateleira das festas, onde guardo de tudo! Tenho uma panca por guardanapos giros então sempre que vejo uns que goste compro e utilizo em jantares de amigos, lanches e assim.
    Para as festas conto muito com o site Aliexpress onde compro as palhinhas de papel, talheres de madeira, banners, etc. Perto da casa dos meus pais há um óptimo chinês e já vi lá imensas coisas de riscas em vermelho e branco + azul e branco, que já andam debaixo de olho! Ah e o continente também têm peças do tema muito giras e na semana passada estiveram com 50%... O que me deixou tentada a comprar, então fosse p marido dizer para ter juízo! 😂

    ResponderEliminar