3

A prenda… o primeiro PET!

20 janeiro 2016

12506969_1295082967185366_1874505701_n


Shhhhh, vamos falar baixinho porque ele ainda não sabe, mas esta menina tão simpática para as câmaras é a nossa prenda de anos para ele. Felizmente o puto tem roupa até ao final da estação e brinquedos até fazer 30 pois ainda agora recebeu tantos no Natal.


A festa será o nosso presente principal, onde vai poder contar com muitos amiguinhos e o nosso miminho será a tartaruga, o primeiro PET dele. Porquê uma tartaruga? Primeiro porque permite iteração (mexer, pegar) sem requerer muitos cuidados, ele pode ajudar a dar comida e nós tratamos da limpeza do T-zero, segundo porque somos todos apaixonados por animais e terceiro porque tive uma tartaruga em casa durante 16 anos, foi o meu primeiro animal de estimação e tenho um carinho enorme por tartarugas.


Além disso, está mais do que provado e comprovado que ter um PET tráz benefícios às crianças:
Responsabilidade
Ter um animal requer cuidados e estes cuidados, orientados pelo adulto, estimulam a autonomia e a responsabilidade. Cuidar da limpeza do bichinho e do seu habitat, cuidar da sua alimentação,  também favorece o desenvolvimento do vínculo afetivo e a lidar com os mais diversos sentimentos, da frustração à alegria e até a morte.


Relacionamento
A partir da convivência com animais, a criança aprende a se relacionar com as outras pessoas, desenvolvendo a sensibilidade, a observação, a compreensão e os sentimentos de solidariedade, generosidade, zelo, afeto, carinho e respeito.

Desenvolvimento físico
Os animais também podem ser fortes aliados no desenvolvimento físico das crianças através de brincadeiras e exercícios. Os cães (que o sortudo do Duarte tem), por exemplo, exigem caminhadas diárias, isso pode incitar a criança a fazer passeios e jogos ao ar livre.

Saúde
Além do afeto, os animais também podem produzir outros benefícios para a saúde.

Já agora, alguém percebe do sexo das tartarugas? Não sabemos se é uma lucky girl ou um lucky boy. Help!

3 comentários

  1. Raquel, dos conhecimentos que adquiri quando tive uma pet shop, diria que é um rapaz. O rabinho é mais comprido do que na "menina" mas, não são conhecimentos científicos. Parabèns ao filhote e à mãe babada! Saúde!

    ResponderEliminar
  2. Que giro :) ele chamou-lhe Leonardo ( é louco pelas tartarugas ninja) e sendo assim, ao que tudo indica o nome está bem atribuido.

    ResponderEliminar
  3. […] e esta-me a faltar uma coisa, no início do post falei numa adopção. Lembram-se da prenda de aniversário? Infelizmente não sobreviveu, não vale a pena estar agora a tentar perceber as […]

    ResponderEliminar